domingo,7 julho , 2024
Home Economia O que acontece com a Casa do Pão de Queijo após pedido de recuperação judicial? | CNN Brasil

O que acontece com a Casa do Pão de Queijo após pedido de recuperação judicial? | CNN Brasil

por joaonakamura
0 Comente
o-que-acontece-com-a-casa-do-pao-de-queijo-apos-pedido-de-recuperacao-judicial?-|-cnn-brasil

A tradicional rede de cafeterias Casa do Pão de Queijo entrou com um pedido de recuperação na Justiça de São Paulo, protocolado no dia 28 de junho, com dívida estimada em R$ 57,5 milhões.

Inaugurada em 1967, com sua primeira loja no centro da capital paulista, a marca rapidamente ganhou popularidade. Vinte anos mais tarde, a empresa passaria a adotar o modelo de franquias.

Hoje, a cafeteria conta com 22 lojas próprias e 170 franquias. O pedido de recuperação judicial não engloba os pontos franqueados.

Procurada pela CNN, a Casa do Pão de Queijo assegura que não planeja fechar pontos ou vender a marca para uma operadora.

“A Casa do Pão de Queijo continua e continuará operando normalmente. Quando houver a aceitação do pedido de processamento de recuperação judicial, a Casa do Pão de Queijo deverá entregar um plano à Justiça”, afirma a empresa em nota à CNN.

“O compromisso da marca é sempre oferecer produtos e serviços de excelência, continuar inovando, crescendo e atender cada vez melhor sua clientela”.

Na última terça-feira (2), o juiz Leonardo Manso Vicentin, da 1ª Vara Regional de Competência Empresarial e de Conflitos Relacionados à Arbitragem, nomeou um perito para analisar a situação da empresa.

“A perícia prévia deverá consistir, objetivamente, na verificação das reais condições de funcionamento da empresa, promovendo visita à sede e de eventuais filiais, a fim de que seja certificada a regularidade da atividade”, escreveu o juiz na decisão.

O relatório deve ser apresentado em cinco dias corridos da decisão de Vicentin. Uma vez entregue a análise, o juiz deve aceitar ou não o pedido de recuperação judicial.

A Justiça de SP também determinou não interrompam o fornecimento de energia à fábrica da Casa do Pão de Queijo, “diante da essencialidade do serviço de energia elétrica para a manutenção da atividade empresarial”.

Covid, juros e Rio Grande do Sul

O rombo informado pela Casa do Pão de Queijo no pedido de recuperação judicial é de R$ 57,5 milhões.

A empresa alega que foi “fortemente impactada pela pandemia de Covid-19”, uma vez que a suspensão das atividades levou a empresa não só a deixar de vender, como perder produtos.

Para agravar a situação de ficar com pouca receita no período, a Casa do Pão de Queijo aponta que ficou “sem uma contrapartida suficiente em termos de aluguéis de lojas, pagamento de funcionários e contratos com fornecedores”.

Além dos efeitos da crise sanitária, a companhia cita os juros elevados como um “cenário macroeconômico pouco favorável” aos negócios.

O Banco Central (BC) iniciou o início do ciclo de cortes da Selic em agosto do ano passado, quando taxa estava em 13,75% ao ano. O ritmo, porém, foi interrompido no mês passado, no patamar de 10,5% e sem sinalizações de novos recuos.

E o episódio recente que coroou os problemas da marca foi o das enchentes no Rio Grande do Sul.

As chuvas partir do final de abril são definidas pela empresa como “episódios climáticos desfavoráveis” e que também “implicaram perda de receitas relevantes”.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

CATEGORIA NOTICIAS

NOTICIAS RECENTES

AS MAIS VISTAS

Noticias Todo Tempo © Todos direitos reservados

Título do Título