quarta-feira,10 julho , 2024
Home Politica Lula promete fazer “ajuste necessário”, mas “nunca em cima do povo trabalhador”

Lula promete fazer “ajuste necessário”, mas “nunca em cima do povo trabalhador”

por Fabio Matos
0 Comente
lula-promete-fazer-“ajuste-necessario”,-mas-“nunca-em-cima-do-povo-trabalhador”

Em novo compromisso em Minas Gerais, nesta sexta-feira (28), desta vez em Juiz de Fora (MG), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi um pouco mais comedido em seu discurso e afirmou que o governo fará o ajuste fiscal “necessário” para equilibrar as contas públicas. O petista ponderou, entretanto, que eventuais cortes não ocorrerão sobre “o povo pobre e trabalhador”.

No fim da tarde desta sexta, Lula participou da inauguração do viaduto Roza Cabinda, no centro de Juiz de Fora. O evento contou com a presença da prefeita da cidade, Margarida Salomão (PT); da primeira-dama, Rosângela Lula da Silva, a Janja; e dos ministros Renan Filho (Transportes), Camilo Santana (Educação), Alexandre Silveira (Minas e Energia) e Laércio Portela (Secretaria de Comunicação Social da Presidência).

“Eu farei qualquer ajuste necessário porque não quero gastar mais do que a gente ganha. Mas não será nunca em cima do povo trabalhador e do povo pobre que eu vou fazer ajuste fiscal neste país”, afirmou Lula, em mais uma resposta às cobranças do mercado para que seu governo promova um ajuste fiscal e reduza as despesas públicas.

Continua depois da publicidade

Mais cedo, em Belo Horizonte (MG), o presidente já havia descartado a possibilidade de desvincular pensões e benefícios como o BPC (Benefício de Prestação Continuada) da política de ganhos reais do salário mínimo.

“Quero que a economia cresça, que o salário cresça, que a renda cresça, porque somente o trabalho dignifica o ser humano”, disse Lula em Juiz de Fora. “Eu voltei para me transformar no presidente que mais investiu em educação neste país, o que mais investiu em ensino fundamental e escolas técnicas”, completou o presidente.

“Bolsonaro na cadeia”, gritam militantes

Durante o discurso de Lula, os militantes que acompanhavam a fala do presidente entoaram o coro pedindo “Bolsonaro na cadeia”, em alusão ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), alvo de uma série de inquéritos da Polícia Federal (PF) e no Supremo Tribunal Federal (STF).

Continua depois da publicidade

Entre os processos dos quais Bolsonaro é alvo, estão o inquérito que apura o suposto envolvimento do ex-presidente nos ataques ao Palácio do Planalto, ao Congresso Nacional e ao STF, no dia 8 de janeiro de 2023, uma semana após a posse de Lula.

Bolsonaro também é investigado por suposta fraude no cartão de vacinação durante a pandemia de Covid-19 e por supostamente ter se apropriado de forma indevida de joias dadas pela Arábia Saudita ao governo do Brasil.

Sem citar o nome do rival político, Lula disse que foi eleito “para desmoralizar aqueles que não sabem governar e que não sabem cuidar do povo”.

Continua depois da publicidade

“Este país não nasceu para ser pequeno. Quem é pequena a massa encefálica da cabeça de quem governou o país antes de nós”, discursou o petista. “Eu tive dois mandatos. Em todas as pesquisas, aparecia o Lula quando se perguntava quem foi o melhor presidente da história do Brasil. Depois veio a companheira Dilma [Rousseff], que sofreu o impeachment, e depois essas coisas ruins que vocês conhecem.”

Em sua fala, Lula prometeu voltar, em breve, a Minas Gerais e anunciou que continuará viajando pelo Brasil.

“Quem quiser nos pegar, corra atrás de nós porque nós vamos viajar por este país e melhorar a vida do povo”, afirmou. “Eu não sou o pai dos pobres. Eu não sou pai de ninguém. Eu sou um de vocês que chegou à Presidência da República. Sintam que vocês estão representados.”

Continua depois da publicidade

A obra

O viaduto Roza Cabinda, em Juiz de Fora, é uma intervenção viária que atravessa a cidade mineira. De acordo com o Planalto, foram investidos R$ 20 milhões no empreendimento, e 80% deste valor veio do governo federal.

Durante o evento, Lula assinou também assinou a ordem de serviço em dois trechos das rodovias BR-267 em Minas Gerais – entre Leopoldina e Juiz de Fora e entre Juiz de Fora e Bom Jardim de Minas.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

CATEGORIA NOTICIAS

NOTICIAS RECENTES

AS MAIS VISTAS

Noticias Todo Tempo © Todos direitos reservados

Título do Título